Você já reparou como tudo ao nosso volta é fundamentado em arte? Desde as coisas mais convencionais, como uma foto, um cenário, uma música, o design de um objeto, tudo em qualquer momento surgiu de uma teoria, dentro da cabeça de alguém.

De certa forma, um post muito feito cá no Blog, daqueles que tem milhares de likes e que conseguiu conectar quem o escreveu com você que está aí “do outro lado”, começa com uma teoria, um simples “e se”, e se eu fizer uma lista sobre esse tema? E se eu descrever uma história sob nascente ponto de vista?

Mas como surgem essas ideias, o que pessoas criativas têm a nos oferecer? É mais ou menos essa a teoria de uma série documental que estreou recentemente no Netflix, chamada Abstract – The Art of Design. Num primeiro momento, a minha reação foi pensar “nossa, um documentário sobre arte, não parece muito interessante”, logo eu vi o trailer e fiquei curioso, resolvi ver um pedaço do primeiro incidente, e quando percebi, estava terminando o terceiro.

Abstract conta em oito episódios, como é o processo de geração, e como ele vai muito além de ter uma teoria. Cada incidente é sobre uma pessoa, e mostra como o trabalho dela influencia a nossa vida de maneira direta. A série pode ter alguns temas que não são comuns no seu dia a dia, como as criações da cenógrafa Es Devlin, mas em qualquer momento, as ideias, e a forma de ver o mundo que essas pessoas vão nos mostrando em cada incidente, podem servir de inspiração pra você mudar a sua forma de pensar, e agir.

São pessoas que a todo momento estão pensando fora da caixa, sendo um ponto fora da curva, e que podem te inspirar a fazer um pouco dissemelhante, neste mundo tão igual. Eles, por exemplo, me inspiraram a fazer um post completamente dissemelhante do que você está habituado a ler por cá.

Mentes criativas e visionárias

Os episódios são cativantes, começando com o ilustrador boche Cristoph Niemann, fundador de capas de revistas e possuidor de uma das contas mais legais pra se seguir no instagram. Outro incidente fantástico é com o designer de tênis Tinker Hatfield, que ajudou a Nike a se tornar tão gigante, com seus tênis da risca Michael Jordan, e que faz do seu trabalho mais do que gerar, seu princípio é ajudar pessoas Ele também é o instituidor daquele tênis revolucionário pro filme De Volta para o Horizonte.

A já citada Es Devlin cria cenários para shows, peças de teatro e desfiles de tendência, usando luz, esculturas e criando mundos de um ponto de vista bastante inovador, ela criou design de palcos pra artistas como U2, Kayne West e Beyonce, ela é a responsável por conectar o artista, a letra da música, e o testemunha, que mais do que um show, pode testemunhar a uma apresentação, uma experiência audiovisual, e sentir a música.

O Arquiteto dinamarquês Bjarkr Ingels é um verdadeiro exemplo de alguém que pensa muito fora da caixinha, ele apresenta soluções que envolvem métodos de construção que otimizam tempo, orçamento, e ao mesmo tempo pensando em sustentabilidade.

Vale muito a pena você dar uma chance pra esta série e estas pessoas te surpreenderem.

Levante post tem o base de:

Testosterona CAM



Fonte: http://www.testosterona.blog.br/filmes-e-series/abstract-the-art-of-design-serie-mundo-outros-olhos

Comentários

Comentários